​Solução da Hope Care melhora qualidade de vida de doentes cardíacos

09 Dezembro 2019 - Óbidos Parque

O projeto de telemonitorização de pessoas com insuficiência cardíaca crónica, desenvolvido pela Hope Care, empresa da nossa comunidade, está a ser utilizado no Centro Hospitalar Universitário da Cova da Beira (CHUCB) e a impactar, de forma bastante positiva, a qualidade de vida dos doentes.

“Ao fim do primeiro ano (doentes que tinham completado um ano), tivemos valores que, de facto, nos deixaram muito contentes: quase 90% de redução das idas à Urgência - comparativamente com o ano anterior para os doentes -, e uma “redução de mais de 50% do número de internamentos”, referiu ao Portugal em Direto (RTP) Luís Oliveira, cardiologista, e promotor do projeto.

Lançada em 2017, esta solução já permitiu vigiar, à distância, 37 doentes. O projeto foi recentemente distinguido com o prémio “Investir em Saúde 2019”.

Recorde-se que a Hope Care foi a primeira empresa portuguesa de telesaúde a aliar serviços a produtos e plataformas tecnológicas de ponta, que permitem a prestação de cuidados sociais e de saúde sem barreiras.

Empresa da nossa comunidade desde 2014, a Hope Care recolhe e monitoriza sinais vitais à distância, prestando um serviço de telecuidado através de um sistema de analítica aplicada à telemonitorização de dados de saúde, o HCAlert.

“A grande missão da Hope Care é ‘construir’ um hospital em casa, por meio da tecnologia, proporcionando acesso universal à Saúde”, de acordo com José Paulo Carvalho, responsável pela empresa.

Mais sobre a Hope Care em http://hope-care.pt.

Reportagem RTP em https://tinyurl.com/r5s2fre.


© 2018 Parque Tecnológico de Óbidos | Powered by Impactwave